domingo, 26 de julho de 2009

Sou como o vento


Nem sempre sou a lua que sonhas tocar,Nem sempre estou onde me queres encontar,apenas sou quem não esqueceu,o mais belo o olhar, nem o amor que não me soubeste me dar.Sou como o vento que vai e volta sem razão,E tu o alento do meu coração, peço-te perdão.Não sei mais como viver sem esse teu olhar, Que deixei longe e a chorar,Não sei mais como encontrar,A forma de sentir, a vida no teu sorrir.Nem sempre consigo, ser a luz, que queres ver brilhar,Aquela amiga que te ajuda a sonhar,Eu sou assim mas entre nós não pode haver um fim,Tens um lugar bem dentro de mim.Sou como o vento que vai e volta sem razão,E tu o alento do meu coração, peço-te perdão.Não sei mais como viver sem esse teu olhar, Que deixei longe e a chorar,Não sei mais como encontrar,A forma de sentir, a vida no teu sorrir.Não sei mais como viver sem esse teu olhar, Que deixei longe e a chorar,Não sei mais como encontrar,A forma de sentir, a vida no teu sorrir.

Nenhum comentário: