quinta-feira, 22 de outubro de 2009

POEMA ESCRITO POR ELE

Que feliz sou eu, amor!
Já, já estaremos casados,
Café da manhã na cama,
um bom suco e pão torrado

Com ovos bem mexidinhos
tudo pronto bem cedinho
depois irei pro trabalho
e você para o mercado

Daí você vai pra casa
arruma tudo depressa
e corre pro seu trabalho
pra fazer o que interessa

Você sabe que noite
gosto de janta bem quente
de ver você bem bonita
alegre e sorridente

Pela noite mini-séries
e filmes pela tv
não precisamos de shopping
Restaurantes? Nem pra ver

Você vai fazer pra mim
comida saudável, caseira
Eu não sou dessas pessoas
que adoram comer besteira...

Mal posso esperar, querida
Uma seman sequer
Graças a Deus, logo logo
Seremos marido e mulher


POEMA ESCRITO POR ELA


Que sincero meu amor!
Foi bom falares assim

Pois logo fiquei sabendo

O que esperas de mim


Não faço ovo mexido
como sua mãe adorada,
meu pão torrado se queima
de cozinha não sei nada!

Gosto muito de dormir,
até tarde, relaxada
ir ao shopping fazer compras
comer fora e mais nada

Sair com minhas amigas,
Usar roupa encomendada
sapatos só exclusivos
e langerie importada

Pense bem, que ainda há tempo
a igreja não está paga
eu devolvo meu vestido
e evito a minha saga

No outro dia, cedinho
Vá a todos os jornais

E publique esse aviso
com as letras garrafais:


HOMEM JOVEM E BONITO
PROCURA ESCRAVA BEM LERDA
POIS SUA EX-FUTURA ESPOSA
MANDOU QUE ELE FOSSE À MERDA!!!!!!

Se eu pudesse te tocar


Quem dera se eu pudesse te tocar
tocar sua face
olhar em seus olhos
acariciar o seu rosto
beijar tua boca
sentir o seu cheiro
mas só consigo
ver-te de longe
muito longe
será que um dia
estará aqui pertinho de mim?
quem sabe a sua luz
consiga penetrar no meu coração
quem sabe eu consiga quebrar
a barreira do seu medo
quem sabe?
quero tanto te tocar
te acariciar
te abraçar
te beijar
te amar...
luar que vê tudo
vê traz o meu amor pra perto de mim
sei lua que és misteriosa
e que seu magnetismo
pode atrair os raios do que sinto
e enviar para o meu amor
meu grande bem querer
lua se não conseguir essa noite
peça ajuda ao seu amor o sol
que com os seus raios profundos
consiga abrir o coração de quem amo
e coloque o que sinto dentro dele
para que os nossos corações
se amem infinitamente...
que constelações me ouçam
sol e lua obrigada pela tentativa
que o amor de vocês durem para todo o sempre...

Gafes nos tribunais

Vejam as célebres gafes em Tribunais...Estas são piadas retiradas do livro 'Desordem no tribunal'. São coisas que as pessoas realmente disseram, e que foram transcritas
textualmente pelos taquígrafos, que tiveram que permanecer calmos enquanto estes diálogos realmente aconteciam à sua frente.
______________________________________________
Advogado: Qual é a data do seu aniversário?
Testemunha: 15 de julho.
Adv. : Que ano?
Test. : Todo ano.
______________________________________________
Adv. : Essa doença, a miastenia gravis, afeta sua memória?
Test. : Sim.
Adv. : E de que modo ela afeta sua memória?
Test. : Eu esqueço das coisas.
Adv. : Você esquece... Pode nos dar um exemplo de algo que você tenha
esquecido?
_______________________________________________
Adv. : Que idade tem seu filho?
Test. : 38 ou 35, não me lembro.
Adv. : Há quanto tempo ele mora com você?
Test. : Há 45 anos.
______________________________________________
Adv. : Qual foi a primeira coisa que seu marido disse quando acordou aquela manhã?
Test. : Ele disse, 'Onde estou, Bete?'
Adv. : E por que você se aborreceu?
Test. : Meu nome é Célia.
______________________________________________
Adv. : Me diga, doutor... não é verdade que, ao morrer no sono, a pessoa só saberá que morreu na manhã seguinte?
__________________________________________
Adv. : Seu filho mais novo, o de 20 anos...
Test. : Sim.
Adv. : Que idade ele tem?
______________________________________________
Adv. : Sobre esta foto sua...o senhor estava presente quando ela foi tirada?
_______________________________________________
Adv. : Então, a data de concepção do seu bebê foi 08 de agosto?
Test. : Sim, foi.
Adv. : E o que você estava fazendo nesse dia?
_______________________________________________
Adv. : Ela tinha 3 filhos, certo?
Test. : Certo.
Adv. : Quantos meninos?
Test. : Nenhum
Adv. : E quantas eram meninas?
______________________________________________
Adv. : Sr. Marcos, por que acabou seu primeiro casamento?
Test. : Por morte do cônjuge.
Adv. : E por morte de que cônjuge ele acabou?
_______________________________________________
Adv. : Poderia descrever o suspeito?
Test. : Ele tinha estatura mediana e usava barba.
Adv. : E era um homem ou uma mulher?
_______________________________________________
Adv. : Doutor, quantas autópsias o senhor já realizou em pessoas mortas?
Test. : Todas as autópsias que fiz foram em pessoas mortas.
_______________________________________________
Adv. : Aqui na corte, para cada pergunta que eu lhe fizer, sua resposta deve ser oral, Ok?
Que escola você freqüenta?
Test. : Oral.
_______________________________________________
Adv. : Doutor, o senhor se lembra da hora em que começou a examinar o corpo da vitima?
Test. : Sim, a autópsia começou às 20:30 h.
Adv. : E o sr. Décio já estava morto a essa hora?
Test. : Não... Ele estava sentado na maca, se perguntando porque eu estava fazendo aquela autópsia nele.
_____________________________________________

Adv. : O senhor está qualificado para nos fornecer uma amostra de urina?

_______________________________________________
******* Essa é a melhor ********

Adv.: Doutor, antes de fazer a autópsia, o senhor checou o pulso da vítima?
Test: Não.
Adv.: O senhor checou a pressão arterial?
Test: Não.
Adv.: O senhor checou a respiração?
Test: Não.
Adv.: Então, é possível que a vítima estivesse viva quando a autópsia começou?
Test: Não.
Adv.: Como o senhor pode ter essa certeza?
Test: Porque o cérebro do paciente estava num jarro sobre a mesa.
Adv.: Mas ele poderia estar vivo mesmo assim?
Test: Sim, é possível que ele estivesse vivo e cursando Direito em algum lugar!!!
Eu amo o vento que toca a minha pele
Eu amo o mar que beija a minha terra
Eu amo o Sol que me dá a vida.

Eu amo a vida...
Que há na terra
Que há no mar
Que há no ar.

Eu amo você...
Que ainda nem conheço
Que não sabe meu endereço
Que não me serve de adereço.

Eu amo tudo...
Que há na minha sina
Que pode estar naquela esquina
Que mesmo assim me fascina

Eu amo você...
Que não combina com essa sinafia
Que não tem seu nome nesta grafia
Que não sabe porque te amo.

É você, meu ser humano,
que eu tanto amo.

"Quem não tem namorado
é alguém que tirou férias não remuneradas de si mesmo.
Namorado é a mais difícil das conquistas.
Difícil porque namorado de verdade é muito raro.
Necessita de adivinhação, de pele,
saliva, lágrima, nuvem, quindim, brisa ou filosofia.
Paquera, gabiru, flerte, caso, transa,
envolvimento, até paixão, é fácil.
Mas namorado, mesmo, é muito difícil.
Namorado não precisa ser o mais bonito,
mas ser aquele a quem se quer proteger e,
quando se chega ao lado dele, a gente treme,
sua frio e quase desmaia pedindo proteção.
A proteção não precisa ser parruda,
decidida, ou bandoleira:
basta um olhar de compreensão ou mesmo de aflição.
Quem não tem namorado é quem não tem amor:
é quem não sabe o gosto de namorar.
Há quem não sabe o gosto de namorar.
Se você tem três pretendentes, dois paqueras,
um envolvimento e dois amantes;
mesmo assim pode não ter nenhum namorado.
Não tem namorado quem não sabe o gosto de chuva,
cinema sessão das duas, medo do pai,
sanduíche de padaria ou drible no trabalho.
Não tem namorado quem transa sem carinho,
quem se acaricia sem vontade de virar sorvete
ou lagartixa e quem ama sem alegria.
Não tem namorado quem faz pacto de amor
apenas com a infelicidade.
Namorar é fazer pactos com a felicidade,
ainda que rápida, escondida,
fugidia ou impossível de durar.
Não tem namorado quem não sabe o valor de mãos dadas,
de carinho escondido na hora em que passa o filme,
de flor catada no muro e entregue de repente,
de poesia de Fernando Pessoa, Vinícius de Moraes
ou Chico Buarque lida bem devagar,
de gargalhada quando fala junto
ou descobre meia rasgada;
de ânsia enorme de viajar junto para a Escócia
ou mesmo de metrô, bonde, nuvem, cavalo
alado, tapete mágico ou foguete interplanetário.
Não tem namorado quem não gosta de dormir agarrado,
de fazer cesta abraçado, fazer compra junto.
Não tem namorado quem não gosta de falar do próprio amor,
nem de ficar horas e horas olhando o mistério do outro
dentro dos olhos dele,
abobalhados de alegria pela lucidez do amor.
Não tem namorado quem não redescobre a criança própria
e a do amado e sai com ela para parques, fliperamas,
beira d'água, show do Milton Nascimento,
bosques enluarados, ruas de sonhos ou musical da Metro.
Não tem namorado quem não tem música secreta com ele,
quem não dedica livros, quem não recorta artigos;
quem gosta sem curtir; quem curte sem aprofundar.
Não tem namorado quem nunca sentiu o gosto de ser lembrado
de repente no fim de semana, na madrugada,
ou meio-dia do dia de sol em plena praia cheia de rivais.
Não tem namorado quem ama sem se dedicar;
quem namora sem brincar;
quem vive cheio de obrigações;
quem faz sexo sem esperar o outro ir junto com ele.
Não tem namorado quem confunde
solidão com ficar sozinho e em paz.
Não tem namorado quem não fala sozinho,
não ri de si mesmo e quem tem medo de ser afetivo.
Se você não tem namorado porque
não descobriu que o amor é alegre
e você vive pesando duzentos quilos de grilos e medos,
ponha a saia mais leve, aquela de chita
e passeie de mãos dadas com o ar.
Enfeite-se com margaridas e ternuras
e escove a alma com leves fricções de esperança.
De alma escovada e coração estouvado,
saia do quintal de si mesmo e descubra o próprio jardim.
Acorde com gosto de caqui e sorria lírios
para quem passe debaixo de sua janela.
Ponha intenções de quermesse em seus olhos
e beba licor de contos de fada.
Ande como se o chão estivesse
repleto de sons de flauta e do céu
descesse uma névoa de borboletas,
cada qual trazendo uma pérola falante
a dizer frases sutis e palavras de galanteria.
Se você não tem namorado é porque ainda não enlouqueceu
aquele pouquinho necessário a fazer a vida parar
e de repente parecer que faz sentido.
Imagine que é uma típica tarde de sexta - feira e você está
dirigindo em direção à sua casa.Você sintoniza o rádio. O noticiário está falando de coisas de pouca importância.
Você ouve que numa cidadezinha distante morreram 3 pessoas de uma gripe, até então, totalmente desconhecida. Não presta muita atenção ao tal acontecimento e esquece o assunto. Na segunda-feira, quando acorda, escuta que já não são 3, mas 30.000, as pessoas mortas pela tal gripe, nas colinas remotas da Índia. Um grupo do Controle de Doenças dos EUA foi investigar o caso. Na terça-feira, já é a notícia mais importante, ocupando a primeira página de todos os jornais, pois já não é só na Índia, mas também no Paquistão, Irã e Afeganistão.






Enfim, a notícia se espalha pelo mundo. Estão chamando a doença de " La Influenza Misteriosa ", e todos se perguntam: Que faremos para controlá-la?
Então, uma notícia surpreende a todos: A Europa fecha suas fronteiras. A França não recebe mais vôos da Índia, nem de outros países dos quais se tenham comentado de casos da tal doença. Por causa do fechamento das fronteiras,você está ligado em todos os meios de comunicação, para manter-se informado da situação e, de repente, ouve que uma mulher declarou que num dos hospitais da França, um homem está morrendo por causa da tal "Influenza Misteriosa". Começa o pânico na Europa. As informações dizem que, quando você contrai o vírus, é questão de uma semana de vida. Em seguida, as pessoas têm 4 dias de sintomas horríveis e morrem.





A Inglaterra também fecha suas fronteiras, mas já é tarde. No dia seguinte, o presidente dos EUA fecha também suas fronteiras para Europa e Ásia, para evitar a entrada do vírus no país, até que encontrem a cura.No dia seguinte, as pessoas começam a se reunir nas igrejas, em oração pela descoberta da cura, quando, de repente, entra alguém na igreja, aos gritos: " Liguem o rádio! Liguem o rádio! Duas mulheres morreram em Nova York !".
Em questão de horas, parece que a coisa invadiu o mundo inteiro..Os cientistas continuam trabalhando na descoberta de um antídoto, mas nada funciona.
De repente, vem a notícia esperada: conseguiram decifrar o código de DNA do vírus. É possível fabricar o antídoto! É preciso, para isso, conseguir sangue de alguém que não tenha sido infectado pelo vírus.





Corre por todo o mundo, a notícia de que as pessoas devem ir aos hospitais fazer análise de seu sangue e doar para a fabricação do antídoto.
Você vai de voluntário com toda sua família, juntamente com alguns vizinhos, perguntando-se, o que acontecerá. Será este o final do mundo? De repente, o médico sai gritando um nome que leu em seu caderno. O menor dos seus filhos está ao seu lado, se agarra na sua jaqueta, e lhe diz:
Pai? Esse é meu nome!
E antes que você possa raciocinar, estão levando seu filho, e você grita:
"Esperem!"
E eles respondem:
"Tudo está bem! O sangue dele está limpo, e é sangue puro.






Achamos que ele tem o sangue que precisamos para o antídoto."
Depois de 5 longos minutos, saem os médicos chorando e rindo ao mesmo tempo.
E é a primeira vez que você vê alguém rindo em uma semana.O médico mais velho se aproxima de você e diz: - "Obrigado, senhor! O sangue de seu filho é perfeito, está limpo puro, o antídoto finalmente poderá ser fabricado."
A notícia se espalha por todos os lados. As pessoas estão orando e rindo de felicidade. Nisso, o médico se aproxima de você e de sua esposa, e diz:
-"Posso falar-lhes um momento? Não sabíamos que o doador seria uma criança e precisamos que o senhor assine uma autorização para usarmos o sangue de seu filho."






Quando você está lendo, percebe que não colocaram a quantidade de sangue que vão usar, e pergunta:
"Mas, qual a quantidade de sangue que vão usar?"
O sorriso do médico desaparece e ele responde:
- "Não pensávamos que fosse uma criança. Não estávamos preparados...Precisamos de todo o sangue de seu filho..."Você não pode acreditar no que ouve e trata de contestar:"Mas...mas..."
O médico insiste:
-"O senhor não compreende? Estamos falando da cura para o mundo inteiro! Por favor, assine! Nós precisamos de todo o sangue!"
Você, então, pergunta:-"Mas vocês não podem fazer-lhe uma transfusão?"E vem a resposta:"Se tivéssemos sangue puro, poderíamos. Assine! Por favor, assine!” Em silêncio, e sem ao menos poder sentir a caneta na mão, você assina.






Perguntam-lhe: -"Quer ver seu filho agora?"
Ele caminha na direção da sala de emergência onde se encontra seu filho, que está sentado na cama, e ele diz: -"Papai!? Mamãe!? O que está acontecendo?"
O pai segura na mão dele e fala: -"Filho, sua mãe e eu lhe amamos muito e jamais permitiríamos que lhe acontecesse algo que não fosse necessário, você entende?” O médico regressa e diz:-"Sinto muito senhor, precisamos começar, gente do mundo inteiro está morrendo, o senhor pode sair?"
Nisso, seu filho pergunta: -"Papai? Mamãe? Por que vocês estão me abandonando?"
E na semana seguinte, quando fazem uma cerimônia para honrar o seu filho, algumas pessoas ficam em casa dormindo, e outras não vêm, porque preferem fazer um passeio ou assistir um jogo de futebol na TV.






E outras veêm, mas como se realmente não estivessem se importando. Aí você tem vontade de parar e gritar:
- MEU FILHO MORREU POR VOCÊS!!! NÃO SE IMPORTAM COM ISSO?
Talvez isso é o que DEUS nos quer dizer:
-MEU FILHO MORREU POR VOCÊS!!! NÃO SABEM O QUANTO EU OS AMO?
É curioso como é simples para algumas pessoas debocharem de Deus, e dizer que não entendem como o mundo caminha de mal para pior. É curioso como acreditamos em tudo aquilo que lemos nos jornais, mas questionamos as palavras de Deus.. É curioso como todos querem ir para o Céu, mas nada fazem para merecê-lo. É curioso como as pessoas dizem: "Eu creio em Deus!", mas com suas ações, mostram totalmente o contrário.






É curioso como você consegue enviar centenas de piadas através de um correio eletrônico, mas quando recebe uma mensagem a respeito de Deus, pensas duas vezes antes de compartilhá-la com os outros.
É curioso como a luxúria, crua, vulgar e obscena, passa livremente através do espaço, mas a discussão pública de DEUS é suprimida nas escolas e locais de trabalho. CURIOSO, NÃO É?
É curioso como me preocupo com o que as pessoas pensam de mim, mas não me preocupo com aquilo que DEUS possa pensar de mim.

Meu Anjo Amor, Tão Apaixonante como Sol!!!


astro rei
lindo és
quão grandes é o seu nascer
que nos faz ver
que Deus existe
tão belo
tão forte
tão quente!!!
será que a paixão pela lua?
que o deixa assim!
será que ele fica envergonhado também?
talvez sim
porque o amor entre os dois é tão belo
que quando ele aconte
unidam o astro a amada
em eclipse do amor
somente as estrelas
as suspiras
felicidades joram no céu
explosões ardentes
entre o sol e a lua
e mais uma vez ele se vai
para daqui alguns anos depois
voltar a encontra-la
que amor é esse
sublime amor
doce paixão
que nos dá esperança
de que um dia
o meu sol também chegará
e se tornará também um eclipse
de paixão, de felicidade
esperanças eu tenho
pois que o sol é feliz
porque eu então vou reclamar
se o meu amado ainda não veio
talvez porque esteja procurando
atalhos de paixão
um dia chegará ao meu coração!!!

Paciencia tem recompensa


No parque, uma mulher sentou-se ao lado de um homem.
Ela disse:
Aquele ali é meu filho, o de suéter vermelho deslizando no escorregador.




- Um bonito garoto - respondeu o homem - e completou: - Aquela de vestido branco, pedalando a bicicleta, é minha filha.




Então, olhando o relógio, o homem chamou a sua filha.




- Melissa, o que você acha de irmos?




Mais cinco minutos, pai. Por favor. Só mais cinco minutos!




O homem concordou e Melissa continuou pedalando sua bicicleta, para alegria de seu coração.




Os minutos se passaram, o pai levantou-se e novamente chamou sua filha:
- Hora de irmos, agora?




Mas, outra vez Melissa pediu:
- Mais cinco minutos, pai. Só mais cinco minutos!




O homem sorriu e disse:
- Está certo!




- O senhor é certamente um pai muito paciente - comentou a mulher ao seu lado.




O homem sorriu e disse:




- O irmão mais velho de Melissa foi morto no ano passado por um motorista bêbado,
quando montava sua bicicleta perto daqui. Eu nunca passei muito tempo com meu filho e agora eu daria qualquer coisa por apenas mais cinco minutos com ele.




Eu me prometi não cometer o mesmo erro com Melissa.
Ela acha que tem mais cinco minutos para andar de bicicleta.
Na verdade, eu é que tenho mais cinco minutos para vê-la brincar...




Em tudo na vida estabelecemos prioridades.
Quais são as suas?




Lembre-se: nem tudo o que é importante é prioritário, e nem tudo o que é necessário é indispensável!




Dê, hoje, a alguém que você ama mais cinco minutos de seu tempo.
Eu parei 5 minutos para encaminhar esta mensagem a vocês.

O barulho de carroça

Certa manhã, meu pai, muito sábio, convidou-me a dar um passeio no bosque.
Ele se deteve numa clareira e depois de um pequeno silêncio

me perguntou:
- Além do cantar dos pássaros, você está ouvindo mais alguma coisa?
Apurei os ouvidos alguns segundos e respondi:
- Estou ouvindo um barulho de carroça.
- Isso mesmo, disse meu pai, é uma carroça vazia...
Perguntei ao meu pai:
- Como pode saber que a carroça está vazia, se ainda não a vimos?
- Ora, respondeu meu pai, é muito fácil saber que uma carroça está vazia por causa do barulho. Quanto mais vazia a carroça maior é o barulho que faz!

Tornei-me adulto, e até hoje, quando vejo uma pessoa falando demais, gritando (no sentido de intimidar), tratando o próximo com grossura, indelicadeza, prepotência, interrompendo a conversa de todo mundo e querendo demonstrar que é a dona da razão e da verdade absoluta, tenho a impressão de ouvir o meu pai dizendo:

...Quanto mais vazia a carroça, mais barulho ela faz!

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Como nunca amei ninguem




Nunca pensei que você
Me deixaria desse jeito
Sem dormir direito
Imaginei que fosse um passatempo qualquer
Uma aventura de amor
Mas meu coração me enganou

E agora meu mundo é seu mundo
Seu corpo em meu corpo, é um só
É um sentimento maior

Te amo como nunca amei ninguém
Te quero como nunca quis um dia alguém
Você mudou a minha história (2x)

Todo dia a todo o momento
Tá presente em meu pensamento
Perco a noção do tempo
Só por causa de você

Ontem,Hoje,Amanha

Ontem, me apaixonei pelo teu olhar
Que olhos eram aqueles
Tão profundos, tão intensos
Que me virou do avesso
Que me tirou o ar, me fez flutuar
Por um instante cheguei a pensar
Que eles não existissem, seriam miragens?

Hoje os sinto mais presentes e em meus sonhos
Me envolvem como um abraço quente
Me perco nesse sentimento
Que vai além de tudo o que conheço
Porque desconheço tamanho deslumbramento
Calor tão forte que desfaleço
São a luz do meu dia, amanheço…

Amanhã, desejarei encontrá-los
Será que eles virão me surpreender?
Eu sonho, penso e enlouqueço
Mas como saber? Amanhã existirei?
Talvez não, mas se ainda existir
Gostaria de poder senti-los eternamente
E fazer com que eles me percebessem!
Antes do vôo, ao microfone, o piloto cumprimenta os passageiros:

- Senhores passageiros, por favor, apertem o cinto, pois vamos decolar

Minutos depois:
- Atenção senhores passageiros! Estamos a dez mil pés de altura, em velocidade de cruzeiro, tranqüilo, podem relaxar soltar os cintos, logo chegaremos ao destino e boa viagem.

O piloto esquece de desligar o microfone e continua falando com o co-piloto:
- Bom, vou acionar o piloto automático. Enquanto o pessoal lá atrás curte a viagem, vou tomar um cafezinho, fumar um cigarrinho, vou dar uma cagada e depois comer a gostosa da aeromoça!

Percebendo a gafe do piloto, a aeromoça corre em direção a cabine para avisar, mas tropeça no corredor e cai ao lado de uma senhora, que diz:
- Calma minha filha... Ele vai cagar primeiro...

Ser Feliz

Ser feliz não é ter uma vida
isenta de perdas e frustrações...
É ser alegre,
mesmo se vier a chorar...
É viver intensamente,
mesmo no leito de um hospital...
É nunca deixar de sonhar,
mesmo se tiver pesadelos...
É dialogar consigo mesmo,
ainda que a solidão o cerque...
É sempre ser jovem,
mesmo se os cabelos embranquecerem...
É contar histórias para os filhos,
mesmo se o tempo for escasso...
É amar os pais,
mesmo se eles não compreenderem...
É agradecer muito,
mesmo se as coisas derem erradas...
É transformar erros em lições de vida...
Ser feliz é sentir o sabor da água,
sentir o frescor de uma brisa a tocar-lhe o rosto,
é sentir o cheiro de terra molhada...
É extrair das pequenas coisas,
grandes emoções...
É encontrar todos os dias,
motivos para sorrir,
mesmo que não existam grandes fatos...
É rir de suas próprias tolices...
É não desistir de quem se ama,
mesmo se houver decepções...
É agradecer a Deus pelo espetáculo
da vida e perceber o quanto é facil e simples ser feliz...

O tempo passa e numa ânsia louca
tenho pressa em te revelar,
que mesmo em sonhos beijo tua boca
e dia e noite só penso em te amar.

Em raios de sol vejo teus cabelos,
no céu sem nuvens o teu lindo olhar,
na madrugada sinto os apelos
do coração que quero te entregar.

Do meu jardim tu és a esperança,
que pousa mansa na flor para afagar,
tens o lirismo e ternura de criança
e a magia do azul do imenso mar.

Nos meus versos tua luz está presente,
musa eterna da minha inspiração,
mesmo distante te envolvo docemente,
no amor sincero e o calor da minha paixão.

Amo-te tanto que reprimo sentimentos,
tendo receio de meus desejos revelar,
passando noites de saudade e sofrimento
me confessando com as estrelas e o luar.
De todos os amores por mim vividos até hoje,
O seu foi o mais intenso.
De toda a saudade,
A sua foi a mais forte.
De todos os beijos,
O seu foi o mais gostoso.
De todo calor,
O seu foi o mais ardente.
De todas as almas,
A sua foi a mais gêmea.
De toda ânsia de cometer loucuras,
A sua foi a que mais me atentou.
De todos os corpos,
O seu mais me instigou.
De todas as esperanças em amores depositadas,
O seu foi o que teve mais crédito.
De toda a vontade de ficar junto,
A vontade que me domina é a sua.
Por isso de todos os amores eternos por mim prometidos,
O seu será o único cumprido a risca.

O anjo e a flor




Preste atenção, tudo é segredo
tá tudo certo não tenha medo
A nossa chance de estarmos juntos longe de tudo
Meu bem, eu prometo te protejo
Só quero mais cedo, minha flor, tá tudo pronto
Assinado... Seu anjo!

Acho que encontrei um jeito fácil de fazer você
voltar
Mais vou confessar eu tô com medo de você não
entender
Já tá tudo armado eu fui discreto pra ninguém
desconfiar
Mais só vai dar certo se você jurar não se arrepender

Um lugar que tem a sua cara eu já comprei
Já me desliguei de tudo e todos porque eu quero fugir
com você (fugir com você)

Te amar desse jeito sem saber direito no que vai dar
Larga tudo e vem comigo eu tô sentindo vai rolar
No verso da carta tem o endereço onde agora estou
Ansioso te esperando amor!

Um lindo lugar nos espera de frente pro mar
Um ambiente perfeito um paraíso pra nos amar
No fim da tarde vem aquela brisa o vento brinca
Já imagino nós dois ali, nossos passeios

Esquecer tudo não temer nada não ter receio
Ser só pra você tudo o que você sonhou
Vem foge comigo é nossa chance meu amor
De unir pra sempre o anjo e a flor
Cansei de me perder no caminho dessa madrugada
Ser irmão da lua chorar na calçada
Amigo das estrelas buscando carinho

Também preciso ser feliz e tem que ser agora
Se não a vida passa no romper da aurora
E num piscar de olhos a gente está sozinho

Coração tá cansado
Ferido, abandonado, ta pedindo amor
Querendo sonhar
Um afeto, um carinho
Uma noite pra matar a saudade
Milhões de beijos pra te dar

E quando você chegar vai chover amor
Feito terra e mar, mel e beija flor
Feito rima e verso peixe e pescador
E quando você chegar muda até o tempo
Tempestade vira calmaria e vento
Só vai dar você no meu pensamento

Na madrugada
Um jantar a luz de velas depois do amor
Fala por nós
Chove lá fora
Aqui dentro o sol brilha demais
Em nossos lençóis

Meu Grande amor

Eu sonhei
E esperei
Por seu amor
E o meu coração se acostumou
A sonhar com você
E de repente eu te encontrei
Eu vi no seu olhar
A paixão que eu sonhei pra mim
Quando te viAcreditei
Que o amornão era só um sonho meu
(sonho meu, sonho meu)
Eu acordei
e o mundo inteiro acendeu
não pára de brilhar
e o meu olhar só vê o seu
Eu encontrei
Meu grande amor
Pode chover o céu cair
que nada vai tirar o que eu guardei dentro de mim
é só pensar em você no amor que guia os nossos corações
se o mundo te esconder por traz de muros e prisões
te encontrareimeu grande amor
Só os tolos podem pensar que o amor se deixa enganar
nada poderá mudar os rumos da paixão
foi ele quem nos escolheu
não foi você, nem eu
Meu grande amor
Grande amor
Aconteceu
Estava escrito assim
Eu em você, você em mim
Eu te encontrei
Meu grande amor
Grande amor!

Nem tudo acontece em segunda mão

ou quando parece que o artigo é em segunda mão

basta ver a sua textura...

recorte fino e muito elegante

para entender que aquilo que parece, por vezes não é

tudo começa quando o nosso sangue se concentra num unico ponto...

o coração!!!

as historias extraordianarias e fantasticas

de afeto, amores, e desamores

odios e rancores!!

muitas historias são repetições de outras historias

com a unica diferença plausivel...

que não existem pessoas iguais!!

nada é inventado novamente

é sim reinventado...

contado de forma diferente

acontecido em lugares diferentes

com pessoas de diversos tamanhos..

culturas e civilizações

historias que se revezam através dos tempos

arrastando atrás de sí memorias que se confundem

que se ouvem, que se choram...

prisioneiras do tempo subtil

que as encaminham para a reinvenção

daqueles que julgam que tudo acontece em segunda mão.

Um momento!!!

Exatamente um momento...
E sem que soubesse porque
minha alma se apaixonou pela sua

Eu amava aquele homem
seu rosto, suas mãos, seus olhos.
Havia um mistério,
alguma coisa que procurava entender,
talvez por isso mesmo mistério,
apaixonante, envolvente,
furtivo, selvagem...
Ele não era meu e talvez por isso
havia a dor do ciúme,
a sensação constante da perda.
Algumas vezes seus elogios de macho
me faziam sentir uma fêmea desejada
Eu me sentia bonita.. mulher
Havia uma essência que nos unia
não importava se separados ou juntos
imaginava que eramos felizes.
Meu amor fazia com que você fosse meu
Eu era feliz
É noite.. faz frio..
frio da falta do carinho que não existe mais...
do calor de um momento amoroso,
....da ausência.
Tão Simples este amor nasceu...Nós nem notamos que era amor e afeição que aos poucos nos prendia...O amor, _é aquela flor que engrinalda dois ramos aos esponsais do luz de Sol a cada dia!
Dois Ramos, eu e tu,- e as horas desfolhamos numa doce irriquieta impensada alegria, -e assim vamos vivendo, e a viver acenamos sonhos verdes aos céus azuis da fantasia! Tão simples este amor nasceu...tal como nasce um beijo na boca, um riso en tua face, uma estrela no céu...ou uma flor de um botão...Nem era necessário mesmo eu te falar, se ja os tens transformado em luz no teu olhar e eu, ja o sinto a cantar, dentro do coração!

A resposta de algumas duvidas sobre informatica

1. Meu computador não liga, o que eu faço?
Dê o troco, não ligue para ele também.

2. Ao ligar, o micro custa a carregar. Tem solução?
Sim, carregue seu micro até a lixeira mais próxima.

3. Ao iniciar, a bandeirinha do Windows aparece na tela duas vezes. Para que serve isso?
É um sinal de que você é completamente imbecil e ainda insiste em adquirir produtos da Microsoft.

4. O que faço com o botão Iniciar?
Clique nele, depois em desligar, depois em sim para desligar o computador e aguarde. Quando surgir a mensagem “seu computador já pode ser desligado com segurança”, puxe o fio da tomada, enrole no pescoço e aperte bem.

5. Para que serve a opção Acessórios do Menu/programas?
Serve pra você colocar um toca-fitas no seu micro, vidro fumê, roda de liga leve e volante de fórmula 1.

6. Para que serve o botão Documentos do menu iniciar?
Serve pra você tirar sua carteira de identidade, CPF, Titulo de Eleitor e atestado de insanidade mental.

7. E o botão Localizar?
Serve pra você encontrar seu provável pai entre os homens da vizinhança.

8. E o botão Executar?
É ideal pra você aplicar em seu irmao mais noovo, que vive mexendo no seu micro.

9. Para que serve o Botão direito do mouse?
Pra você apertar sempre que o botão esquerdo estiver cansado.

10. Como faço para rodar o Word?
Pegue o gabinete e gire-o rapidamente. O Word vai rodar até ficar tonto.

11. Como faço para salvar um documento?
Espere o documento tentar atirar-se pela janela do Word. Então,segure-o com firmeza.

12. Como dou nome para um documento?
Não se preocupe com formalidades. Pode chamá-lo pelo apelido.

13. O Power Point faz apresentações?
Faz, mas é muito tímido. Não espere por ele e apresente-se você mesmo.

14. O que é Correio Eletrônico?
É um sistema que envia o carteiro pela tomada elétrica.

15. O que é homepage?
É uma casa feita com folhas de papel.

16. Por que o site da Microsoft está sempre congestionado?
Porque os técnicos estão ocupados consertando bugs.

17. O que é bug?
É um carrinho que parece um Jeep.

Nao vou deixar de sonhar

Olhando o mar,perco-me no pensamento...Porque será que este amor causa para ambostanto tormento?Poderia ser um amor saudável,um amor com alegria,não sei porquê...Tinha esperanças de te ter um dia.Dia que cada vezvejo mais distante...Mas de uma coisa não consigo esquecer...Esse teu olhar brilhante,o sorriso dos teus lábios...Esse teu olhar profundoque me fez esquecer tudoe fugir contigo deste mundo...Mundo, onde não nos podemos amar...Não nos podemos tocar...Somente escondidosnum mundoonde poderemos sonhar...
Na vida todos temos um segredo inconfessável, um arrependimento irreversível, um sonho inalcançável e um amor perdido...Espero que a chuva nos traga boas lembranças. Que o vento nos traga o perfume de quem amamos.Que o tempo, kem sab? nos traga novas esperanças. ....Metade dos nossos erros na vida nascem do fato de sentirmos quando devíamos pensar, e pensarmos quando devíamos sentir. Por isso viva momentos mágicos...MInha estrela...

Faz de conta que não estamos no mundo virtualÉ que quero que o sorriso teu,seja as pétala que torna esta flor mais completa. Quero também que um pensamento positivo de sua parte, seja o caule que a sustenta ...
Pense agora!
Então!Flores para você...
Para enfeitar o seu dia,lhe trazer mais alegria,
mais paz a cada minuto de hoje.Flores, para você pensar na vida com mais carinho,e não se esquecer que por você,carrego o sentimento mais sublime:A amizade!Que estas flores possam levar até você...As minhas palavras,

as minhas vibrações positivas. Para você e para àqueles que amas...Receba-as, guarde-as para que nos diasde reflexão,
elas possam trazer em sua lembrança,os nossos sorrisos, o brilho dos nossos olhos...a nossa convivência...A amizade, que vai permanecer intacta,Às mais diferentes épocas,Aos mais inesperados destinos...Que elas possam fazer você...Lembrar com muito valor,sobre nosso tempo, nossa amizadeFlores para você!Aceite-as, mesmo que sejam virtuais.

Voce ja amou tanto assim?

Há muito tempo atrás, um casal de velhinhos que não tinham filhos, moravam em uma casinha humilde de madeira, tinham uma vida muito tranquila, alegre, e ambos se amavam muito. Eram felizes.

Até que um dia...
Aconteceu um acidente com a senhora. Ela estava trabalhando em sua casa quando começa a pegar fogo na cozinha e as chamas atingem todo o seu corpo. O esposo acorda assustado com os gritos e vai a sua procura, quando a vê coberta pelas chamas e imediatamente tenta ajudá-la. O fogo também atinge seus braços e, mesmo em chamas, consegue apagar o fogo.

Quando chegaram os bombeiros já não havia muito da casa, apenas uma parte, toda destruída.

Levaram rapidamente o casal para o hospital mais próximo, onde foram internados em estado grave. Após algum tempo aquele senhor menos atingido pelo fogo saiu da UTI e foi ao encontro de sua amada. Ainda em seu leito a senhora toda queimada, pensava em não viver mais, pois estava toda deformada, queimara todo o seu rosto.

Chegando no quarto de sua senhora, ela foi falando:
- Tudo bem com você meu amor?
- Sim, respondeu ele, pena que o fogo atingiu os meus olhos e não posso mais enxergar, mas fique tranquila amor que sua beleza está gravada em meu coração para sempre. Então triste pelo esposo, a senhora disse-lhe:

Deus vendo tudo o que aconteceu a meu marido, tirou-lhe as vistas para que não presencia esta deformação em mim. As chamas queimaram todo o meu rosto e estou parecendo um monstro.

Passado algum tempo e recuperados, voltaram para uma nova casa, onde ela fazia tudo para o seu querido esposo, e ele todos os dias dizia-lhe:
COMO EU TE AMO!

E assim viveram 20 anos até que a senhora veio a falecer.

No dia de seu enterro, quando todos se despediam, então veio aquele senhor sem seus óculos escuros e com sua bengala nas mãos, chegou perto do caixão, beijando o rosto e acariciando sua amada, disse em um tom apaixonante: “Como você é linda meu amor, eu te amo muito”.

Ouvindo e vendo aquela cena um amigo que esta ao lado perguntou se o que tinha acontecido era milagre e, olhando nos olhos dele, o velhinho apenas falou: Nunca estive cego, apenas fingia, pois quando a vi toda queimada sabia que seria duro para ela continuar vivendo daquela maneira. Foram vinte anos vivendo muito felizes e apaixonados!!!


Na vida temos de provar que amamos!
Muitas vezes de uma forma difícil
E, para sermos felizes,
temos de fechar os olhos para muitas coisa,
mas o importante é que se faça única eintensamente com AMOR!

Encontre os labios meus

Encontre os lábios teusDesejo que o vento leve meus beijos...São beijos encarnados.Vivos.Preparados com desejosPara nunca serem esquecidos.Beijos que não causam tumultos,Nos bares...Nas sacada...Nas praças...No altar.Sentinelas, que são da arrogância discreta...Que sinto em meu coração.Beijos soltos durante a noite...Que vagam a léu...Como folhas de papel flutuando.Tormenta de panfletos, riscando o céu.Desejo que esteja acordada.Que os beijos ensaiados nesta madrugada...Sem as maldades dos conflitos que existem nosOlhos seus...Gritem numa voz demorada.E, num súbito momento...Encontre os lábios teus.

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Anjo,É tão bom saberMesmo sem te conhecerQue você está aí...Anjo,Mesmo tão distanteSentir você assimTão perto de mim...Suas palavrasSe tornam mágicasSó pra me alcançarSeus sentimentos criam asas E vêm me buscarAnjo,Poder teclar com vocêMesmo sem poder te verMe faz sorrir...Anjo,Por traz do monitorSentir o teu calorMe faz feliz...
Anjo,É tão bom saberMesmo sem te conhecerQue você está aí...Anjo,Mesmo tão distanteSentir você assimTão perto de mim...Suas palavrasSe tornam mágicasSó pra me alcançarSeus sentimentos criam asas E vêm me buscarAnjo,Poder teclar com vocêMesmo sem poder te verMe faz sorrir...Anjo,Por traz do monitorSentir o teu calorMe faz feliz...
Duas amigas casadas, totalmente bêbadas, sentiram uma vontadeirresistível de fazer xixi. Apavoradas e bêbadas, sem outra alternativa,pararam ocarro e decidiram ir assim mesmo dar uma mijada no cemitério.A primeira foi, se aliviou, e então se lembrou de que não tinha nadapara se secar. Pegou a calcinha, secou-se e jogou-a fora.A segunda, que também não tinha nada para se secar, pensou: “Eu nãovou jogar fora esta calcinha caríssima e linda.” Então pegou a fita de uma coroa de flores, que estava em cima de um túmulo, e colocou para não molhar a calcinha.No dia seguinte um dos maridos ligou pro outro e disse:“- A minha mulher chegou ontem em casa bêbada e sem calcinha…terminei o casamento”.O outro: “- Você tem sorte, a minha chegou em casa com uma faixa presana bunda com inscrição: ‘Jamais te esqueceremos – Vagner, Moisés, Renato e toda turma da faculdade – “Enchi ela de porrada”.

Ah Esse amor

Ah! Esse amor que teima em arder nesse meu peito,Faz-me tão bem e tão mal, parece tão inefável,Sequer tenho chance de poder compreendê-lo,Inócuo na sua essência, porém, inelutável.
Sou tão insignificante perante sua plenitude,Pareço um menino, submisso e temeroso,Subjugado, não tenho forças nem atitude,Só quero amar, ser amado, sentir gozo.
Ah! Mas como é bom viver esse amor,Não tenho ilusão, sou cúmplice, sou fiel.Só quero amar, viver a paixão, sentir o calor,Não quero lutar, nem anestesiar essa dor,Pois estou vivo, ávido por chegar ao céu.
Deixo-me levar, no verbo sonhar,Sentir o prazer de viver e amarSou louco, mas estou a me enxergar,Pois estou vivo, e esperando o amor me pegar.

Namora, quem lê nos olhos e sente no coração as vontades saborosas do outro.Namora, quem se embeleza em estado de amor. A pele melhora, o olhar fica com brilho de manhã. Namora, quem suspira, quem não sabe esperar, mas espera, quem se sacode de taquicardia e timidez diante da paixão. Namora, quem ri por bobagem, quem entra em estado de música, quem sente frios e calores nas horas menos recomendáveis. Namorados que se prezam tem a sua música e não temem se derreter quando ela toca. Ou, se o namoro acabou, nunca mais dela se esquecem. Namorados que se prezam gostam de beijo, suspiro, morderem o mesmo pastel, dividir a empada, bebem no mesmo copo. Apreciam ternurinhas que matam de vergonha fora do namoro ou lhes parecem ridículas nos outros. Por falar em beijo, só namora quem beija de mil maneiras e sabe cada pedaço e gostinho da boca amada. Beijo de roçar, beijo fundo, inteirão, os molhados, os de língua, beijo na testa, beijo livre como o pensamento, beijo na hora certa e no lugar desejado. Sem medo, nem preconceito. Beijo na face, na nuca e aquele especial atrás da orelha, no lugar que só ele ou ela conhece. Por isso, só namora quem se descobre dono de um lindo amor, tecido do melhor de si mesmo e do outro. Só namora quem não precisa explicar, quem já começa a falar pelo fim, quem consegue manifestar com clareza e facilidade tudo o que fora do namoro é complicado. Namora, quem diz: "precisamos muito conversar" e quem é capaz de perder tempo, muito tempo, com a mais útil das inutilidades e pensar no ser amado, degustar cada momento vivido e recordar palavras, fotos e carícias com uma vontade doida de estourar o tempo e embebedar-se de flores astrais. Namora quem é bom, quem gosta da vida, de nuvem, de rio gelado e de parque de diversões. Namora quem sonha, quem teima, quem vive morrendo de amor e quem morre vivendo de amar.
Sol...
Fonte de todas as energias...
Que nos fazes tão bem...
Que nos fazes tão mal...
Há paisagem mais linda que o por-do-sol...
Ele vai para outras terras...
Outros Mundos...
Mas pela aurora ele chega...
Alegre...
Disposto a abençoar...
Quem dele se puder aproveitar...
E eu neste momento de solidão...
Aproveito cada raio...
Que ele me pode dar...
É o meu companheiro...
É o meu amigo...
Abraça-me com calor...
Afaga meus ombros...
Beija meu cabelo...
Existe somente uma idade para a gente ser feliz, somente uma época na vida de cada pessoa em que é possível sonhar e fazer planos e ter energia bastante para realizá-los a despeito de todas as dificuldades e obstáculos.Uma só idade para a gente se encantar com a vida e viver apaixonadamente e desfrutar tudo com toda intensidade sem medo nem culpa de sentir prazer.Fase dourada em que a gente pode criar e recriar a vida à nossa própria imagem e semelhança e vestir-se com todas as cores e experimentar todos os sabores e entregar-se a todos os amores sem preconceito nem pudor.Tempo de entusiasmo e coragem em que todo desafio é mais um convite à luta que a gente enfrenta com toda disposição de tentar algo NOVO, de NOVO e de NOVO, e quantas vezes for preciso.Essa idade tão fugaz na vida da gente chama-se PRESENTE e tem a duração do instante que passa

O gaúcho e a faca, num restaurante em SP

O gaúcho chega a uma churrascaria em São Paulo, senta e, indignado,chama o garçom:- Mas bah!!! Na minha terra ñ tem história de cardápio. A genteescolhe a carne cheirando a faca do assador!!!O garçom deu um sorriso irônico, mas ñ queria perder o cliente e oatendeu a caráter.O garçom dirigiu-se ao assador, pegou sua faca q tinha acabado decortar um cupim e levou-a ao gaúcho. O gaúcho pegou a faca,colocou-a em frente do nariz e exclamou:- Mas bah!!! Esse cupim tá maravilhoso, me traz um pedaço!!!O garçom, assustado, serviu o gaúcho e, logo após, buscou a facautilizada no corte da costela e entregou-a ao gaúcho e o Mesmo exclamou:- Mas bah!!! Essa costela tá no ponto pode trazer agora mesmo!!!Desta vez, pegou a faca que acabara de cortar uma coxa de galinha elevou-a ao gaúcho que cheirou e disse:- Traga-me um bom pedaço dessa galinha saborosa!!!O garçom, já puto da vida e de saco cheio com a esnobação do gaúcho,buscou uma faca e disse para o cozinheiro:- Valdir passa a mão no seu bilau e depois a esfregue com vontadenesta faca!!!Ordem cumprida, o Valdir devolve a faca ao garçom que a entregapara o gaúcho. Ele, colocando-a na frente de seu nariz, cheirou-aprofundamente, deu um longo suspiro e disse:- Mas bah tchê!!! Esse mundo é pequeno mesmo!!! O Valdir trabalha aqui!?!?!?
comments: (1)

Eu te amo, com a força dos temporais,Com a fúria incontrolável dos vulcões.Com a energia acumulada nos trovõesDesde longos tempos imemoriais.Eu te amo, com a leveza dos cristais,Com a textura das rosas em seus botões.Com as notas delicadas das cançõesCom as cores de mil roupas nos varais.Eu te amo todas as horas do diaE este amor ora leveza, ora tormenta,Este amor que hora é prazer ora agoniaPra meu barco é a segurança de um cais.Muito embora ele saiba e se contentaQue apenas é so mais um!...e nada mais!
comments: (1)

domingo, 18 de outubro de 2009


Ouço uma canção...Ela fala de amor...De encanto...De beleza...De saudade...Então fico pensandoQue eu aqui sozinhaTambém sinto saudade...Saudade daquele amor...Daquela canção ao luar,Daquele beijo roubadoQue me deixou a meditar.Ouço uma canção...Nela me vejo entrar praProcurar o seu beijoQue por lá deixei passar...Ouço uma canção...Dela só quero encontrar...Aqueles sonhos que eu sonheiNaquela noite de luar...Ouço uma canção...Nela vejo emoção...Como aquele encontro...Que você me olhou...Deixando-me encabuladaCom o verso de amor...Murmurado em meus ouvidos.Ouço uma canção...Nela eu quero viver...A mais bela historia de amor...
Desconhecidos, eram duas almasQue agiam e pensavam iguais.Destemidos, não havia como impedir oEncontro entre esses tais.Imaginativos, podiam ser os dois que viviamEm lugares distantes.Impulsivos, são para sempre um do outroComo eternos amantes.A história deles ainda seráContada um belo dia,De como havia sido encontradaA grande alegria,Através de uma tela de computador, acredite,Aprenderam sobre como é o amor, não evite.Todo o suspense em virtude de nossos atos.Quando se encontrará,A verdade que surgirá.Tomo a primeira atitude, os primeiros passos.Aonde vamos nos encontrar,O destino não pode tardar.Alguém está andando?Nosso tempo está passando.O que estou falando?Nosso tempo está passando.Algo está faltando?Nosso tempo está passando.Tempo de amar,Tempo de querer,Tempo de alegar,Tempo de te ver.Desconhecidos, não mais serão,Tudo será lindo,Amados, em todo o nosso bem,A vida será linda.Depois desse amor por computadorNada mais será real e sim especial.
NA HORA DO AMOR
Suave encantamento
Na hora do amor
Chamas ardentes da paixão
Delírios e emoção
Olhares envolventes
Corações acelerados
Carinhos e malícias
Embriagados de desejo
Nossos sonhos e fantasias
Corpos entrelaçados
Momentos extasiantes
Nós dois assim
Na hora do amor!

O marido estava sentado quieto lendo seu jornal quando sua mulher,furiosa, vem da cozinha e senta-lhe uma frigideira nas idéias.
Espantado, ele levanta e pergunta:- Por que isso agora ?
- Isso é pelo papelzinho que eu encontrei no bolso de sua calça com onome Marylu e um número.
- Querida, lembra do dia em que fui na corrida de cavalos? Pois é…Marylu, foi o cavalo em que eu apostei, e o número foi o quanto estavampagandopela aposta.
Satisfeita, a mulher saiu pedindo 1001 desculpas…Dias depois, lá estava ele novamente sentado quando leva uma enormeporrada, dessa vez com a panela de pressão.
Ainda mais espantado (e zonzo), ele pergunta:- O que foi dessa vez, meu amor???- Seu cavalo ligou

cada segundo...

Cada segundo passa pelos meus pensamentose são contados pelo coração...É um tempo que o coração quer distânciapois o tempo carrega em si a saudade...Cada olhar,cada canção,é Você...O calor da tardea beleza no horizonteo frescor do ventotudo no mundoé Você...Cada perfume,cada flor,cada canto dos pássaros,é sua lembrança mexendo comigo...Cada sonho,cada anoitecer,é você...Todos meus sentidosbuscam Você,é Você a cada momentoa cada passo...Cada estrela no céué um pensamento em Você...Pois minha vida emeu grande amorÉ Você pekena...

A um ausente

Tenho razão de sentir saudade,tenho razão de te acusar.Houve um pacto implícito que rompestee sem te despedires foste embora.Detonaste o pacto.Detonaste a vida geral, a comum aquiescênciade viver e explorar os rumos de obscuridadesem prazo sem consulta sem provocaçãoaté o limite das folhas caídas na hora de cair.Antecipaste a hora.Teu ponteiro enlouqueceu, enlouquecendo nossas horas.Que poderias ter feito de mais gravedo que o ato sem continuação, o ato em si,o ato que não ousamos nem sabemos ousarporque depois dele não há nada?Tenho razão para sentir saudade de ti,de nossa convivência em falas camaradas,simples apertar de mãos, nem isso, vozmodulando sílabas conhecidas e banaisque eram sempre certeza e segurança.Sim, tenho saudades.Sim, acuso-te porque fizesteo não previsto nas leis da amizade e da naturezanem nos deixaste sequer o direito de indagarporque o fizeste, porque te foste

Alguns de nós envelhecemos, de fato, porque nãoamadurecemos.Envelhecemos quando nos fechamos às novasidéias e nos tornamos radicais.Envelhecemos quando o novo nos assusta.Envelhecemos também quando pensamosdemasiado em nós próprios e nos esquecemos dosoutros.Envelhecemos se paramos de lutar.Todos estamos matriculados na escola da vida,onde o Mestre é o Tempo.A vida só pode ser compreendida olhando paratrás. Mas só pode mesmo ser vivida olhando paraa frente.Na juventude aprendemos; com a idadecompreendemos…Os homens são como os vinhos: a idade estraga osmaus, mas melhora os bons.Envelhecer não é preocupante: ser olhado comovelho é que o é.Envelhecer é mesmo uma Graça de Deus!Nos olhos do jovem arde a chama, nos do velhobrilha a luz.Sendo assim, não existe idade, somos nós que acriamos.Se não acreditares na idade, nãoenvelhecerás até ao dia da tua morte.Pessoalmente, eu não tenho idade: tenho vida!Não deixes que a tristeza do passado e o medo dofuturo te estraguem a alegria do presente.A vida não é curta; as pessoas é que ficam mortastempo demais…Faz da passagem do tempo uma conquista e nãouma perda.

Cinza Manhã

Ventos sopram suavementeEm tempos estranhos vivoA vida passa feito um rioTesouros são seus enganosRepousados no coração humanoGaláxias passam em um instanteVago no distanteNo brilhante do infinitoMeus olhos não veem sentidoNa luz da luaVejo meus sonhos escurecidosPelas dores do mundoDesespero-me pesadelo de sonos que tem o teu saborPalavras já não são mais tão boasNo som que entoasE a paz que busco agoraVinda de outras garoasEncontra-se nos versos que escrevoNas amarguras desta manhã tão cinza

a voz do Silencio

Pior do que a voz que cala é um silêncio que fala.Simples, rápido! E quanta força!Imediatamente me veio à cabeça situaçõesem que o silêncio me disse verdades terríveis,pois, você sabe, o silêncio não é dado a amenidades.Um telefone mudo. Um e-mail que não chega.Um encontro onde nenhum dos dois abre a boca.Silêncios que falam sobre desinteresse,esquecimento, recusas.Quantas coisas são ditas na quietude,depois de uma discussão.O perdão não vem, nem um beijo,nem uma gargalhadapara acabar com o clima de tensão.Só ele permanece imutável,o silêncio, a ante-sala do fim.É mil vezes preferível uma voz que diga coisasque a gente não quer ouvir,pois ao menos as palavras que são ditasindicam uma tentativa de entendimento.Cordas vocais em funcionamentoarticulam argumentos,expõem suas queixas, jogam limpo.Já o silêncio arquiteta planosque não são compartilhados.Quando nada é dito, nada fica combinado.Quantas vezes, numa discussão histérica,ouvimos um dos dois gritar:"Diz alguma coisa, mas não ficaaí parado me olhando!"É o silêncio de um mandando más notíciaspara o desespero do outro.É claro que há muitas situações em que o silêncio é bem-vindo.Para um cara que trabalhacom uma britadeira na rua, o silêncio é um bálsamo.Para a professora de uma creche,o silêncio é um presente.Para os seguranças de um show de rock,o silêncio é um sonho.Mesmo no amor,quando a relação é sólida e madura,o silêncio a dois não incomoda,pois é o silêncio da paz.O único silêncio que perturba é aquele que fala.E fala alto !...É quando ninguém bate à nossa porta...não há recados na secretária eletrônica....e mesmo assim você entende a mensagem.(Marta Medeiros)
”Não é por termos liberdade que podemosmudar tudo à nossa volta, mas dispomos dafaculdade de dar sentido a tudo(o que é muito melhor)mesmo àquilo que não o tem!Nem sempre somos senhoresdo desenvolvimento da nossa vida,mas somos sempre senhores do sentidoque lhe conferimos”.

o vendedor de balões

Era uma vez um velho homem que vendia balões numa quermesse. Evidentemente, o homem era um bom vendedor, pois deixou um balão vermelho soltar-se e elevar-se nos ares, atraindo, desse modo, uma multidão de jovens compradores de balões. Havia ali perto um menino negro. Estava observando o vendedor e, é claro apreciando os balões. Depois de ter soltado o balão vermelho, o homem soltou um azul, depois um amarelo e finalmente um branco. Todos foram subindo até sumirem de vista. O menino, de olhar atento, seguia a cada um. Ficava imaginando mil coisas... Uma coisa o aborrecia, o homem não soltava o balão preto. Então aproximou-se do vendedor e lhe perguntou: - Moço, se o senhor soltasse o balão preto, ele subiria tanto quanto os outros? O vendedor de balões sorriu compreensivamente para o menino, arrebentou a linha que prendia o balão preto e enquanto ele se elevava nos ares, disse: - Não é a cor, filho, é o que está dentro dele que o faz subir...

inconfesso desejo

Queria ter coragemPara falar deste segredoQueria poder declarar ao mundoEste amorNão me falta vontadeNão me falta desejoVocê é minha vontadeMeu maior desejoQueria poder gritarEsta loucura saudávelQue é estar em teus braçosPerdido pelos teus beijosSentindo-me louco de desejoQueria recitar versosCantar aos quatros ventosAs palavras que brotamVocê é a inspiraçãoMinha motivaçãoQueria falar dos sonhosDizer os meus secretos desejosQue é largar tudoPara viver com vocêEste inconfesso desejo


Sou louco, enfim é verdade!Mas antes, quero esta loucura!Do que outro estado, sem liberdade!Porque sou livre! Neste estado, que perdura.

Louco! Mas quem é louco?! Eu?...Ou os outros que me perseguem?Tu também, o és. Nesse sentir teu.Eu sou! Mas sou, porque assim, louco me fizeram!
Tu tornas-te louco! Louco!... louco!…Eu não. Nunca fui de outro modo…Nasci louco e continuei… Mais um pouco!
Mas tu és louco e não eras!...Eu sendo, sempre louco, estou amando sem medo.Com amor de loucuras de outras, eras!
A maior solidão é a do ser que não ama. A maior solidão é a dor do ser que se ausenta, que se defende, que se fecha, que se recusa a participar da vida humana.A maior solidão é a do homem encerrado em si mesmo, no absoluto de si mesmo,o que não dá a quem pede o que ele pode dar de amor, de amizade, de socorro.O maior solitário é o que tem medo de amar, o que tem medo de ferir e ferir-se,o ser casto da mulher, do amigo, do povo, do mundo. Esse queima como uma lâmpada triste, cujo reflexo entristece também tudo em torno. Ele é a angústia do mundo que o reflete. Ele é o que se recusa às verdadeiras fontes de emoção, as que são o patrimônio de todos, e, encerrado em seu duro privilégio, semeia pedras do alto de sua fria e desolada torre.

Reinvenção

A vida só é possívelreinventada.
Anda o sol pelas campinase passeia a mão douradapelas águas, pelas folhas...Ah! tudo bolhasque vem de fundas piscinasde ilusionismo... — mais nada.
Mas a vida, a vida, a vida,a vida só é possívelreinventada.
Vem a lua, vem, retiraas algemas dos meus braços.Projeto-me por espaçoscheios da tua Figura.Tudo mentira! Mentirada lua, na noite escura.
Não te encontro, não te alcanço...Só — no tempo equilibrada,desprendo-me do balançoque além do tempo me leva.Só — na treva,fico: recebida e dada.
Porque a vida, a vida, a vida,a vida só é possívelreinventada.

sábado, 17 de outubro de 2009

Sinto que é vc...

Sinto que Você é a pessoa ideal para a minha vida ficar completa... Seu cheiro, sua cor, seu abraço e seu beijo tem o poder mágico de transformar meu dia e alegrar a minha noite com a certeza de que o amor é uma divindade... Nos teus gestos carinhosos, encontro a certeza de que Você me valoriza e reconhece o meu amor... Nas tuas palavras encontro amparo para esquecer o dia difícil, os dissabores e angústias... Em uma palavra, eu diria que Você é a certeza de que o dia vai terminar bem, pois ao imaginar teus beijos e tuas mãos me abraçando, já apago tudo que me aborreceu... Sinto que Você é o que eu pedi em todos os natais e nas festas de aniversário, o complemento de todos os presentes que já recebi nesta vida... Quando nos encontramos, lembro de todas ás forças da natureza reunidas no espaço, o mar tentando abraçar o céu, o vento enlaçando a montanha, o amor e o prazer se abraçando com a fúria dos tufões... Sinto que é Você, mas se não for, resta a certeza de que vivo intensamente esse amor, e neste momento, tudo o que importa é estar com Você... Que me importa o amanhã, que nem aconteceu e pode não acontecer? Quero viver-te hoje... Que importa o passado, que eu nem posso mudar e prefiro esquecer?Quero beber-te hoje... Que importa os outros, se é Você a minha motivação?Quero me embriagar de Você agora, desesperadamente agora... E por hoje, isso basta... Você é a exata medida do meu amor... Sinto que só pode ser Você...Hoje, sempre de sempre e para sempre...
Felicidade não tem peso, nem tem medida, não pode ser comprada, não se empresta, não se toma emprestada. Só pode ser legítima. Felicidade falsa não é felicidade, é ilusão. Mas, se eu soubesse fazer contas na medida do bem, diria que a felicidade pode ter tamanho, pode ser grande, pequena, cabendo nas conchas da mão, ou ser do tamanhão do mundo. Felicidade é sabedoria, esperança, vontade de ir, vontade de ficar, presente, passado, futuro. Felicidade é confiança: fé e crença,trabalho e ação. Não se pode ter pressa de ser feliz, porque a felicidade vem devagarinho, como quem não quer nada. Ser feliz não depende de dinheiro, não depende de saúde, nem de poder. Felicidade não é fruto da ostentação, nem do luxo. Felicidade é desprendimento, não é ambição. Só é feliz quem sabe suportar, perder, sofrer e perdoar. Só é feliz quem sabe, sobretudo, amar!

CARTA DE UMA MÃE PORTUGUESA:

Lisboa, Portugal Querido filho:
Escrevo-te esta linha para que saibas que a mãe está viva. Vou escrever bem devagar pois sei que não consegues ler depressa. Caso estejas sem tempo de escrever à mãe, manda uma carta dizendo que quando estiveres mais tranquilo vais mandar notícias. Se tu viesses hoje aqui em casa não irias reconhecer mais nada, porque mudamos. Temos agora uma máquina de lavar roupa. Mas não trabalha muito bem. Na semana passada pus lá 14 camisas, apertei o botão e nunca mais as vi. Vai ver que esta marca Hydra não é das melhores. Tua irmã Maria está grávida. Mas ainda não sabemos se vai ser menino ou menina. Portanto, não podemos te dizer se vais ser tio ou tia. Teu pai arranjou um bom emprego.Tem 2300 homens abaixo dele. É o responsável pelo corte da grama do cemitério. Quem anda sumido é teu tio Venâncio, que morreu no ano passado. Lembra-te do teu tio Joaquim? Então, afogou-se no mês passado num depósito de vinho. Oito compadres dele tentaram salvá-lo, mas o tio lutou bravamente contra eles. O corpo foi cremado há duas semanas. Levaram oito dias para apagar o incêndio.Os engarrafadores de refrigerante aqui finalmente tiveram uma grande idéia de colocar uma indicação na tampinha, dizendo "abra por aqui". Facilitou-nos muito a vida. Espero que os daí façam a mesma coisa.Caso esteja difícil para ti, a mãe te manda algumas garrafas. Teu irmão, João, continua o mesmo de sempre. Semana passada fechou o carro com as chaves dentro. Perdeu um tempão indo até a casa pegar a cópia da chave, para poder tirar-nos todos de dentro do automóvel. Estava um calor de rachar. Por falar em calor, o tempo aqui está muito estranho. Esta semana só choveu duas vezes. Na primeira vez choveu durante 3 dias. Na segunda vez choveu durante 4 dias. Esta carta te mando através do Gabriel, que vai amanhã para aí.A propósito, será que podes pegá-lo no aeroporto? Lembrei de uma coisa importante. Terás um problema para falar com a mãe, caso decidas escrever-me. Não sei o endereço desta casa nova. A última família que morou aqui, antes de nós, também era portuguesa e levou a placa da rua e o número da casa para não precisar mudar de endereço. Se encontrares a Teresa, dê-lhe um alô da minha parte. Caso não a encontres, não precisas dizer nada. Adeus. Tua mãe que te ama. Fátima Manoela da Alcova P.S.: Ia mandar-te 2000 escudos, mas fica para outra vez. Já fechei o envelope!!!!!!!!!
Aconteceu na rádio TUPI FM 104,1 em São Paulo : Locutor:- Quem fala? Ouvinte:- É o Vicente. Locutor:- De onde, Vicente? Ouvinte:- Da Lapa! Locutor:- Olha aí, Vicente da Lapa! Valendo o kit com camiseta e CD do Edson e Hudson. Presta atenção! Qual é o país que tem duas sílabas e se pode comer uma delas? Prestou bem atenção? Há um país com 2 sílabas e 1 delas é muito boa para se comer. Dez segundos para responder. Ouvinte:- CUBA!!! Locutor:(mudo por alguns segundos e algumas risadas no fundo) - Ta certo, senhor Vicente! Vai levar o prêmio pela criatividade. Mas aqui na minha ficha a resposta certa era JAPÃO.

Impossível atravessar a vida ... sem que um trabalho saia mal feito, sem que uma amizade cause decepção, sem padecer com alguma doença, sem que um amor nos abandone, sem que ninguém da família morra, sem que a gente se engane em um negócio. Esse é o custo de viver. O importante não é o que acontece, mas, como você reage. Você cresce quando não perde a esperança, nem diminui a vontade, nem perde a fé. Quando aceita a realidade e tem orgulho de vivê-la. Quando aceita seu destino, mas tem garra para mudá-lo. Quando aceita o que deixa para trás, construindo o que tem pela frente e planejando o que está por vir. Cresce quando supera, se valoriza e sabe dar frutos. Cresce quando abre caminho, assimila experiências... e semeia raízes…. Cresce quando se impõe metas, sem se importar com comentários. Cresce quando é forte de caráter, sustentado por sua formação, sensível por temperamento... e humano por nascimento! Cresce ajudando a seus semelhantes, conhecendo a si mesmo e dando à vida mais do que recebe. E assim se cresce…..

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

A DESPEDIDA DO AMOR

Existem duas dores de amor:
A primeira é quando a relação termina e a gente, seguindo amando, tem que se acostumar com a ausência do outro, com a sensação de perda, de rejeição e com a falta de perspectiva, já que ainda estamos tão embrulhados na dor que não conseguimos ver luz no fim do túnel.
A segunda dor é quando começamos a vislumbrar a luz no fim do túnel.
A mais dilacerante é a dor física da falta de beijos e abraços, a dor de virar desimportante para o ser amado. Mas, quando esta dor passa, começamos um outro ritual de despedida: a dor de abandonar o amor que sentíamos. A dor de esvaziar o coração, de remover a saudade, de ficar livre, sem sentimento especial por aquela pessoa.
Dói também...
Na verdade, ficamos apegados ao amor tanto quanto à pessoa que o gerou. Muitas pessoas reclamam por não conseguir se desprender de alguém. É que, sem se darem conta, não querem se desprender. Aquele amor, mesmo não retribuído, tornou-se um souvenir, lembrança de uma época bonita que foi vivida... Passou a ser um bem de valor inestimável, é uma sensação à qual a gente se apega. Faz parte de nós. Queremos, lógicamente, voltar a ser alegres e disponíveis, mas para isso é preciso abrir mão de algo que nos foi caro por muito tempo,
que de certa maneira entranhou-se na gente, e que só com muito esforço é possível alforriar.

É uma dor mais amena, quase imperceptível. Talvez, por isso, costuma durar mais do que a "dor-de-cotovelo" propriamente dita. É uma dor que nos confunde. Parece ser aquela mesma dor primeira, mas já é outra. A pessoa que nos deixou já não nos interessa mais, mas interessa o amor que sentíamos por ela, aquele amor que nos justificava como seres humanos, que nos colocava dentro das estatísticas: "Eu amo, logo existo".
Despedir-se de um amor é despedir-se de si mesmo. É o arremate de uma história que terminou, externamente, sem nossa concordância, mas que precisa também sair de dentro da gente...
E só então a gente poderá amar, de novo.

Fecho os olhos e me imagino em seus braços.Meu corpo junto ao seu, vibra intensamente,ao toque sutil das suas mãos.
Vejo a sua boca, a minha procurare não a deixo esperar.Selo, com um beijo molhado,esta busca gostosa, que me faz delirar.
Quero você junto a mim.Sentir o seu cheiro e ver seu corpo inteiroo meu também querer.
Meu peito colado ao seu,sente o seu coração aceleradoque aumenta a cada carinho recebido,pois minhas mãos, não consigo mais controlar.
Tudo é tão gostoso.Até o toque de nossas bocasem simples beijos, me faz arrepiar,despertando ainda mais minha louca vontadede poder te amar.
Em seu rosto, vejo a expressão do desejo.Sinto suas mãos em meu corpo deslizar.Todo o meu ser se estremece,e deixa brotar ainda mais esta ânsiade lhe pertencer.
Te desejo como nunca.Queria seu corpo agora, para cobrí-lo de beijos.Preciso de você, como jamais precisei de alguém.Não sei mais viver sem o calor do seu corpo,sem o toque das suas mãos e da sua boca,que me diz coisas lindase a cada beijo, me enlouquece.
É Amor? … É Paixão? … É Desejo?É tudo …Estou completamente embriagada por você.Quero perder a razãoe só retornar a realidade quando, juntos,explodirmos de prazer, Eu e Você.Pois acredite Meu Amor,Ninguém faz amor, como você.
Depois de todo aquele sofrimento que cerca o fim de um relacionamento, o casal decide se separar. O cara era um machista daqueles, e vivia tentando destruir o amor próprio da esposa. Um fica com ódio mortal do outro, e ambos resolvem lutar pela guarda da criança. Discussões na corte, apelações, etc... Finalmente chega a audiência final, e tudo parece estar pesando a favor da mulher.A mãe argumenta que ela é que tem que ficar com a criança, por todos os motivos que as mulheres alegam nesses casos: "ela foi gerada dentro de mim...", "ela saiu do meu ventre..." e por aí vai. Mas o marido insiste, insiste... O juiz, para ser bem imparcial, pede que ele dê seus argumentos também.Depois de um silêncio constrangedor, o machista finalmente diz:- Excelência, quando eu coloco uma moeda numa máquina de vender refrigerantes, a latinha que sai é minha ou da máquina???
///Estava sentado no vaso, fazendo minhas necessidades, quando ouço:- Oi, tudo bem???Não gosto muito de conversa neste momento... muito menos sem saber quem se encontra do outro lado, mas para não ser indelicado... respondi:- Estou ótimo!E o outro perguntou:- O que é que esta fazendo?Mas que pergunta mais sem lógica. Achei até um pouco bizarro, mas respondi:- Acho que o mesmo que você...Agora que estava chegando ao ponto alto da situação... ouço:- Posso ir aí?OK, esta já foi demais, mas não querendo ser mal educado, respondi:- Não... Neste momento estou muito ocupado...Então ele respondeu:- Olha ... eu ligo mais tarde, porque tem um idiota sentado aqui ao lado, e cada vez que eu falo com você, ele responde...
///Um dia, Deus, olhando para a Terra viu todo o mal que se passava nela. Assim, decidiu enviar um anjo para investigar. Chamou um de seus melhores anjos e mandou-o à Terra por algum tempo. Quando o anjo regressou, disse a Deus:- Sim, a Terra é 95% de filhos da puta e 5% de pessoas boas.Deus pensou por um momento e disse:- Melhor mandar outro anjo para ter uma segunda opinião.Assim, Deus mandou outro anjo ficar na Terra por algum tempo. Quando regressou o anjo também disse:- Sim, a Terra está em decadência, 95% de filhos da puta e 5% de pessoas boas.Deus disse:- Isso não está bom.Decidiu mandar um e-mail aos 5% das pessoas boas que haviam no mundo, para dar-lhes ânimo... para que não desistissem e seguissem adiante sem perder a fé ... Sabe o que dizia o e-mail?....Não? Então a gente se fudeu!... porque prá mim também não chegou!!
A ausência da presença, machuca e fere o coração.Cicatrizes que se abrem facilmente,mas que se fecham com a recordação.
Nunca esperamos um adeus,e mesmo que venhamos a dizer ou ouvi-lo,que não produza em nós, um sentimento de perda total,falta de força ou coragem.Pois esta é uma fraqueza humana ingrata, inata.
A verdadeira saudade é sentida por pessoas que se amame se prezam e que neste maravilhoso vinculo de união,expressam constantemente sua presença.Alegram-se com as suas realizações e sucessos.Preocupam-se com suas derrotas e desilusões.
Mesmo que seja sentida dolorosamente,esta perda de convívio é superada pela alegria das lembranças,que estarão cada vez mais vivas em nossas mentes,e marcadas com carinho em nossos corações.
Apesar da imensa solidão que sentimos no íntimo,uniremos forças para estarmos sempre felizes, pois,sem dúvidas, estaremos sendo lembrados pelas mesmaspessoas em que estamos pensando neste exato momento,Com as mesmas preocupações, alegrias e saudade…

Sinto muitoMas não vou medir palavrasNão se assusteCom as verdades que eu disserQuem não percebeuA dor do meu silêncioNão conheceO coração de uma mulherEu não quero mais serDa sua vidaNem um pouco do muitoDe um prazer ao seu disporQuero ser felizNão quero migalhasDo seu amorDo seu amor...Quem começaUm caminho pelo fimPerde a glóriaDo aplauso na chegadaComo podeAlguém querer cuidar de mimSe de afetoEsse alguém não entende nadaNão foi esse o mundoQue voce me prometeuQue mundo tão sem graçaMais confuso do que o meuNão adianta nem tentarMaquiar antigas falhasSe todo o amorQue voce tem pra me oferecerSão migalhas.