terça-feira, 28 de julho de 2009

Piadinhas

LÓGICAO garoto apanhou da vizinha, e a mãe furiosa foi tomar satisfação:- Por que a senhora bateu no meu filho?- Ele foi mal-educado, e me chamou de gorda.- E a senhora acha que vai emagrecer batendo nele? ____________ _________ _________ _____
NO BALCÃO DA ALFÂNDEGA- Seu nome ?- Abu Abdalah Sarafi.- Sexo ?- ... Quatro vezes por semana...- Não, não, não! Homem ou mulher ?- Homem, mulher.... algumas vezes camelo... ____________ _________ _________ _____

DIVISÃO DE BENS Dois amigos se encontram depois de muito anos. - Casei, separei e já fizemos a partilha dos bens.- E as crianças?- O juiz decidiu que ficariam com aquele que mais bens recebeu.. - Então ficaram com a mãe?- Não, ficaram com nosso advogado.____________ _________ _________ _____
REGIME DE EMAGRECIMENTO- Doutor, como eu faço para emagrecer ? - Basta a senhora mover a cabeça da esquerda para direita eda direita para esquerda.- Quantas vezes, doutor ?- Todas as vezes que lhe oferecerem comida. ____________ _________ _________ ____
CAIPIRAO representante do censo pergunta ao caipira:- Quantos filhos o senhor tem ? - Bão... as minina são seis... os minino são quatro...- Então sua prole é grande?- Grande até que não, mas tá sempre dura... ____________ _________ _________ _____
BODASDois amigos conversam sobre as maravilhas do Oriente.. Um deles diz:- Quando completei 25 anos de casado, levei minha mulher ao Japão.- Não diga? E o que pensa fazer quando completarem 50 ? - Volto lá para buscá-la...____________ _________ _________ _____
EMERGÊNCIAUm eletricista vai até a UTI de um hospital, olha para os pacientes ligados a diversos tipos de aparelhos e diz-lhes:- Respirem fundo: vou mudar o fusível.____________ _________ _________ _____

CONFISSÃOO condenado à morte esperava a hora da execução, quando chegou o padre: - Meu filho, vim trazer a palavra de Deus para você.- Perda de tempo, seu padre. Daqui a pouco vou falar com Ele, pessoalmente. Algum recado?

COMO ESCOLHER O HOMEM IDEAL

Para saber se um homem é ideal, compare-o, também, a um automóvel.1) Verifique o interior. Não se iluda com o design. 2) Verifique o ano. Os muito novos ainda precisam ser amaciados. Os muito rodados, além depegarem os vícios de donas anteriores, costumam dar muito problema mecânico. 3) Ele é estável? Ou balança quando depara com qualquer curva? 4) Obedece ao comando com facilidade? Ele é ágil ou demora a responder? 5) É muito importante verificar a alavanca de câmbio. Deve ser de agradável manipulação. Faça o teste. Engata com facilidade ou costuma emperrar? 6) Fuja do que é movido a álcool.7) Evite os muito barulhentos ou que emitam ruídos desagradáveis, como roncos e escapamentos desregulados. 8) O motor mantém temperatura constante? Ou é daquele tipo que esquenta rapidinho, percorre pequena distância e 'morre' logo em seguida? (hahahahahahahaha...!!! Essa é a melhor!!!) 9) Ou o que é pior.... De manhã nem com o afogador puxado??????? 10) Leve-o para um 'test drive'. Se o homem passou em todos esses testes e lhe agrada, lembre-se: antes de adquirir, faça um contrato de locação e use-o por um ou dois meses.. Nesse período, você ainda pode ter surpresas desagradáveis... Não esqueça!

Artigo do Dr. Rogério Brandão

Médico oncologista clínicoRC Recife Boa Vista “Médico cancerologista, já calejado com longos 29 anos de atuaçãoprofissional, com toda vivência e experiência que o exercício damedicina nos traz, posso afirmar que cresci e me modifiquei com osdramas vivenciados pelos meus pacientes.Dizem que a dor é quem ensina a gemer.Não conhecemos nossa verdadeira dimensão, até que, pegos pelaadversidade, descobrimos que somos capazes de ir muito mais além.Descobrimos uma força mágica que nos ergue, nos anima, e não raro, nosdescobrimos confortando aqueles que vieram para nos confortar.Um dia, um anjo passou por mim...Meu anjo veio na forma de uma criança já com 11 anos, calejada, porémpor 2 longos anos de tratamentos os mais diversos, hospitais, exames,manipulações, injeções, e todos os desconfortos trazidos pelosprogramas de quimioterapias e radioterapia.Um dia, cheguei ao hospital de manhã cedinho e encontrei meu anjosozinho no quarto. Perguntei pela mãe. E comecei a ouvir uma respostaque ainda hoje não consigo contar sem vivenciar profunda emoção.Meu anjo respondeu:- Tio, disse-me ela, às vezes minha mãe sai do quarto para chorarescondido nos corredores. Quando eu morrer, acho que ela vai ficar commuita saudade de mim. Mas eu não tenho medo de morrer, tio. Eu nãonasci para esta vida!Pensando no que a morte representava para crianças, que assistem seusheróis morrerem e ressuscitarem nos seriados e filmes, indaguei:- E o que morte representa para você, minha querida?- Olha tio, quando agente é pequena, às vezes, vamos dormir na cama donosso pai e no outro dia acordamos no nosso quarto, em nossa própriacama não é?(Lembrei minhas filhas, na época crianças de 6 e 2 anos, costumavamdormir no meu quarto e após dormirem eu procedia exatamente assim.)- É isso mesmo, e então?- Vou explicar o que acontece, continuou ela: Quando nós dormimos,nosso pai vem e nos leva nos braços para o nosso quarto, para nossacama, não é?- É isso mesmo querida, você é muito esperta!- Olha tio, eu não nasci para esta vida! Um dia eu vou dormir e o meuPai vem me buscar. Vou acordar na casa Dele, na minha vida verdadeira!Fiquei boquiaberto, não sabia o que dizer. Chocadocom o pensamento deste anjinho, com a maturidade que o sofrimentoacelerou, com a visão e grande espiritualidade desta criança, fiqueiparado, sem ação.- E minha mãe vai ficar com muitas saudades minha, emendou ela.Emocionado, travado na garganta, contendo uma lágrima e um soluço,perguntei ao meu anjo: - E o que saudade significa para você, minhaquerida?- Não sabe não tio? Saudade é o amor que fica!Hoje, aos 53 anos de idade, desafio qualquer um dar uma definiçãomelhor, mais direta e mais simples para a palavra saudade: é o amor

Sunzinha

- Tardi, Dotô.
- Boa tarde! Sente-se.
- Careci não. Ficu di pé, memo.
- Sente-se para eu poder examinar.
- O Dotô é quem manda.
- Mas fale-me. O que está acontecendo?
- Ai, Dotô! Mi dá umas dor di veiz in quandu.
- Que dor?
- Aqui, óia. Nu estromagu. Beeem lá nu fundinhu.
- Forte?
- As veiz. Trasveiz é anssim ó, di mansinhu.
- E o que você faz?
- Tem veiz que eu cantu. Trasveiz eu vô pra cunzinha fazê um bolu.
- Tem outra dor?
- Tenhu, sim, Dotô. Aqui, ó. Pertu dus óio.
- E essa...é forte?
- Também é forte não. Quandu ela dá eu cunversu cas vizinhas I passa.
- Outra?
- Tenho sim senhô. Aqui. Anssim, nu meio das custela, pareci nu coração. Dá uns apertu aqui, ó.
- E você faz o que?
- Tem veiz qui eu choru. Trasveiz eu ficu anssim, muitu da queta pra vê si passa.
- E...passa?
- As veiz. Trasveiz eu vô pra pracinha. Lá eu sentu num bancu vê As criança brincá prá esperá passá.
- Você mora com alguém?
- Moru não, Dotô. Sô sunzinha nessi mundão di Deus.
- Não tem família?
- Aqui tenhu não. Minha famia é todinha du interiô du sertão, Pertinhu de Urandi, lá quasi Im Minas. I vim sunzinha pra Sum Paulu tentá a vida.
- E você faz o que?
- Óia, Dotô. Eu já fiz um cadinhu di tudu nessa vida. Já trabaiei numa Firma di limpeza, já cuidei di criança. Já trabaiei numa casa di genti rica.Agora eu trabaio cuma mocinha qui mais viaja qui fica Im casa. Ela avua num avião di dia I di noiti. Aí eu ficu sunzinha.
Você mora com ela?
- Moru sim, Dotô. Ela dexa eu drumi num quartinhu lá nus fundu da casa.
- Sabe cozinhar?
- Oxa si não! Cunzinhu muitu du bem! Coisa mais simpres anssim I Coisa mais di genti chiqui.
- Gosta de crianças?
- Ô, seu Dotô. É as criaturinha mais anjinha qui Deus botô nu mundu!
- Qual o seu nome mesmo?
Óia, Dotô. Eu num gostu muitu, mas a modi agrada a santa, minha mainha botô Crara.
- Dona Clara. Eu sei o que a senhora tem.
- Comu anssim, si o Dotô nem incostô Im mim?
- O que a senhora tem Dona Clara, chama-se solidão e é a causadora de toda essa tristeza.
I issu mata, Dotô?
Ás vezes, sim.
Mas...no seu caso bastam amigos, alguns remédios e um pouco de carinho.
Dona Clara...vai parecer estranho e nem eu mesmo entendo porque estou fazendo isso,
Mas minha esposa está grávida e nosso segundo filho é para o mês que vem. Já temos uma menina e até hoje é minha esposa que cuida de tudo. Porém, com o bebê pequeno precisamos de alguém que cuide da casa.Que tal ficar conosco?
- Oxa si não! Óia, Dotô. Nunca fizeram issu pur mim não. Vixe! Vai sê coisa muitu da boa ficá cum oceis. I careci di morá lá, Dotô?
Sim. Temos um quarto vago, no apartamento. Podemos tentar por uns meses.O que acha?
- Dotô. É anssim como tê famia, né?
- Quase.
Dotô. Eu num vô mais sê sunzinha. Vixe! Deus lhi pague, Dotô, a modi qui carinhu anssim,
Nem mainha mi dava.
- Vamos testar. Combinado?
- Cumbinadu. Dotô. Careci di eu fazê uma pregunta. Eu num vô mais senti essas dor?
Vamos combinar uma coisa ? O dia que sentir essa dor você me procura.
- Prá modi du senhô mi inxaminá?
Não. Prá modi nóis trocá dois dedinhu di prosa.------------------------------------------------------------------------------------------ * Mais de 400 milhões de pessoas no mundo sofrem de depressão.* A maioria dos pacientes deprimidos que não é tratada irá tentar suicídio pelo menos uma vez e 17% deles conseguem se matar. Com O tratamento correto, 70% a 90% dos pacientes recuperam-se da depressão.* Aproximadamente 2/3 das pessoas com depressão não fazem Tratamento e dos pacientes que procuram o clínico geral apenas 50% são Diagnosticados corretamente. * Segundo o último relatório da Organização Mundial de Saúde a depressão é mais comum no sexo feminino, afetando de 15% a 20% das mulheres e de 5% a 10% dos homens
Fonte: http://www.psiqweb.med.br Não custa nada a gente "tirar" um tempinho da nossa vidae dar atenção ao próximo! Vamos refletir sobre isso!

Um pra mim e um pra vc

Em uma cidadezinha do interior havia uma figueira carregada dentrodo cemitério.Dois amigos decidiram entrar lá à noite (quando não haviavigilância) e pegar todos os figos.Eles pretendiam fazer doce de figo e vender, ganhando boa grana.Pularam o muro, subiram na árvore com sacolas penduradas no ombro ecomeçaram a dividir o prêmio'.- Um pra mim, um pra você.- Um pra mim, um pra você.- Pô, você deixou dois grandes caírem do lado de lá do muro!- Não faz mal, depois que a gente terminar aqui pegamos eles.- Então ta bom, mais um pra mim, um pra você.Um bêbado, passando do lado de fora do cemitério, escutou essenegócio de "um pra mim e um pra você' e saiu correndo para a delegacia.Chegando lá, virou para o policial:- Seu guarda, vem comigo! Deus e o diabo estão no cemitériodividindo as almas dos mortos!- Ah, cala a boca bêbado.- Juro que é verdade, vem comigo.Tanto insistiu, que os dois foram até o cemitério; chegaram perto domuro e começaram a escutar...- Um para mim, um para você.O guarda assustado:- É verdade! É o dia do apocalipse! Eles estão dividindo as almasdos mortos! O que será que vem depois?- Um para mim, um para você. Pronto, acabamos aqui. E agora?- Agora a gente vai lá fora e pega os dois que estão do outro ladodo muro...-Cooooorreeeee!!!
A professora estava tendo dificuldades com um dos alunos. - Joãozinho, qual é o problema? - Sou muito inteligente para estar no primeiro ano. Minha irmã está no terceiro ano e eu sou mais inteligente do que ela.Eu quero ir para o terceiro ano também! A professora vê que não vai conseguir resolver este problema e o manda para a diretoria. Enquanto o Joãozinho espera na ante-sala, a professora explica a situação ao diretor. O diretor diz para a professora que ele vai fazer um teste com o garoto, e como ele não vai conseguir responder a todas as perguntas, vai mesmo ficar no primeiro ano. A professora concorda. Chama o Joãozinho e explica-lhe que ele vai ter que passar por um teste e o menino aceita. Diretor: - Joãozinho, quanto é 3 vezes 3? - 9. - E quanto é 6 vezes 6? - 36. E o diretor continua com a bateria de perguntas que um aluno do terceiro ano deve saber responder e Joãozinho não comete erro algum. O diretor, então, diz para a professora: - Acho que temos mesmo que colocar o Joãozinho no terceiro ano. - Posso fazer algumas perguntas também? O diretor e o Joãozinho concordam. A professora pergunta: - O que é que a vaca tem quatro e eu só tenho duas? Joãozinho pensa um instante e responde: - Pernas. Ela faz outra pergunta: - O que é que há nas suas calças que não há nas minhas? O diretor arregala os olhos, mas não tem tempo de interromper. - Bolsos - responde o Joãozinho. - O que é que entra na frente da mulher e que só pode entrar atrás do homem? Estupefato com os questionamentos, o diretor prende a respiração... - A letra 'M'. - responde o garoto. A professora continua a argüição: - Onde é que a mulher tem o cabelo mais enroladinho? - Na África, responde Joãozinho de primeira. - Qual o monossílabo tônico que começa com a letra C termina com a letra U e ora está sujo ora está limpo? O Diretor começa a suar frio. - O céu, professora. - O que é que começa com C tem duas letras, um buraco no meio do redondo, e eu já dei para várias pessoas? - CD. Não mais se contendo, o diretor interrompe, respira aliviado e diz para a professora: - Põe o Joãozinho no quarto ano. Eu mesmo teria errado todas.

Taxista Daltônico

Chegando de viagem, um senhor muito elegante, toma um táxi no aeroporto e pede ao motorista para levá-lo para casa.No caminho, vê uma senhora com um vestido bem decotado, entrando numa boate. O senhor começa a reparar na mulher e a reconhece. Então, ele pede ao taxista que retorne à porta da boate. Tira do bolso um maço de notas e diz a ele: — Aqui estão dois mil reais. São seus se você tirar de dentro desse "Clube das Mulheres" aquela vestida de vermelho que acaba de entrar. Mas vá tirando e cobrindo de pancadas, sem pena, porque aquela desgraçada é minha esposa.O taxista, que andava duro, aceita de cara e entra na boate. Cinco minutos depois ele sai, arrastando uma mulher pelos cabelos, com o rosto sangrando.O senhor no táxi vê a cena e percebe, horrorizado, que a mulher está vestida de verde e sai correndo para alertar o taxista do erro:— Pare! Esta não é a minha mulher! O vestido dela é verde! O senhor é daltônico?O taxista retruca:— Fique tranqüilo... Esta é a minha... Já volto lá pra pegar a sua!

no circulo

Lá está a loura, com seu esportivo novinho, dirigindo na Via Dutra a todavelocidade, quando sem perceber (É CLARO !!!), da uma fechada absurda num caminhão. O motorista do caminhão faz sinal para que ela pare o carro.Quando eles param, o cara sai do caminhão, pega um pedaço de giz dobolso, desenha um círculo na estrada e diz:- Fique dentro do círculo e NÃO SE MOVA !!!!Então o cara vai até o carro dela, tira o som e corta todo o estofado decouro.Quando ele se vira para a mulher, repara que ela tem um discreto sorrisono rosto.- Ahh...Você acha isso engraçado ? Então olha só:O cara pega um taco de beisebol e quebra todos os vidros do esportivo.Ele se vira e ela está se segurando para não rir. O cara fica louco. Pegao canivete e fura todos os pneus do carro dela.Agora ela está rindo.O caminhoneiro então perde o controle, vai até o caminhão, pega uma latacom gasolina, joga tudo no carro e poe fogo.A loura então começa a dar tantas gargalhadas que quase cai no chão.- O que pode ser tão engraçado assim ? - pergunta o cara.- Enquanto você não estava olhando eu saí do circulo 4 vezes !!
Loira no estacionamento No estacionamento, a loira nota um afundado na porta. Chateada, ela perguntou para um fulano o que ela deveria fazer. O sujeito, querendo tirar sarro da loira, responde: - Sopre com força pelo cano de escapamento. A loira não percebe que é trote. Abaixa-se, enfia a boca no cano do escapamento e começa a soprar. Uma outra loira que está passando por ali pergunta o que a primeira está fazendo. Ao ouvir a explicação, ela cai na gargalhada. A primeira loira, ofendida, pergunta o motivo de tanto riso: - Não vai funcionar, nunca! Os vidros estão abertos!
E a aeromoça loira pergunta pro passageiro:- Aceita jantar?- Quais são as opções?- Sim... ou ... não!
Advogada loira Advogada Loira Após finalmente concluir o seu longo curso de advocacia, a loira abre o seu escritório.No primeiro dia, alguém bate à porta. Para marcar aquela presença, ela pega o telefone e pede para a pessoa entrar e esperar. Fica uns 30 minutos fingindo uma conversa:- Sim, claro! Eu não perco uma causa! Essa está muito fácil... O homem olha para ela com uma cara desconfiada! - Com certeza, no próximo julgamento o juiz nos dará sentença favorável e venceremos!!!E assim ficou enrolando. Quando desligou, após aquela "longa conversa", toda educada, ela pergunta: - Pois não, cavalheiro, no que posso ajudá-lo?O homem respondeu: - Sou da Telemar, vim instalar sua linha...
Torcida A loura estava tentando tirar a tampa da Coca-cola e não conseguia.- Que inferno!O dono do bar explicou:- Você tem que torcer.E a loura, batendo palmas:- Vaaaamos! Tam-pi-nha! Vamos Tam-pi-nha

Quem sou eu...

Já escondi um amor com medo de perdê-lo,Já perdi um amor por escondê-lo...Já segurei nas mãos de alguém por estar com medo,Já tive tanto medo, ao ponto de nem sentir minhas mãos.Já expulsei pessoas que amava de minha vida,Já me arrependi por isso... Já passei noites chorando até pegar no sono,Já fui dormir tão feliz,Ao ponto de nem conseguir fechar os olhos...Já acreditei em amores perfeitos,Já descobri que eles não existem...Já amei pessoas que me decepcionaram,Já decepcionei pessoas que me amaram...Já passei horas na frente do espelhoTentando descobrir quem sou,Já tive tanta certeza de mim,Ao ponto de querer sumir...Já menti e me arrependi depois,Já falei a verdadeE também me arrependi...Já fingi não dar importância a pessoas que amava,Para mais tarde chorar quieta em meu canto...Já sorri chorando lágrimas de tristeza,Já chorei de tanto rir...Já acreditei em pessoas que não valiam a pena,Já deixei de acreditar nas que realmente valiam...Já tive crises de riso quando não podia...Já senti muita falta de alguém,Mas nunca lhe disse...Já gritei quando deveria calar,Já calei quando deveria gritar...Muitas vezes deixei de falar o que penso para agradar uns,Outras vezes falei o que não pensava para magoar outros...Já fingi ser o que não sou para agradar uns,Já fingi ser o que não sou para desagradar outros...Já contei piadas e mais piadas sem graça,Apenas para ver um amigo mais feliz...Já inventei histórias de final felizPara dar esperança a quem precisava...Já sonhei demais,Ao ponto de confundir com a realidade...Já tive medo do escuro,Hoje no escuro "me acho..me agacho..fico ali"...Já caí inúmeras vezesAchando que não iria me reerguer,Já me reergui inúmeras vezes Achando que não cairia mais...Já liguei para quem não queriaApenas para não ligar para quem realmente queria...Já corri atrás de um carro,Por ele levar alguém que eu amava embora.Já chamei pela mamãe no meio da noiteFugindo de um pesadelo,Mas ela não apareceuE foi um pesadelo maior ainda... Já chamei pessoas próximas de "amigo"E descobri que não eram;Algumas pessoas nunca precisei chamar de nadaE sempre foram e serão especiais para mim...Não me dêem fórmulas certas,Porque eu não espero acertar sempre...Não me mostre o que esperam de mim,Porque vou seguir meu coração!...Não me façam ser o que eu não sou,Não me convidem a ser igual,Porque sinceramente sou diferente!...Não sei amar pela metade,Não sei viver de mentiras,Não sei voar com os pés no chão... Sou sempre eu mesma,Mas com certeza não serei a mesma para sempre...
Era uma vez um casal de idosos que morava numa fazenda. Um dia, estava a velhinha lavando louça na cozinha quando viu o marido sair correndo de trás do galpão, trombar com a vaca, arrastar a roupa do varal, entrar correndo na casa e falar: — Minha velha, vamos aproveitar! eu tive uma ereçãoEntão a velhinha subiu pro quarto, foi ao banheiro, colocou uma camisola bem sexy, um perfume provocante, uma maquiagem básica e foi pra cama! Então o marido reclamou: — Pô, Judite! Você demorou demais! Olha só, minha ereção já foi-se embora! Os dois ficaram muito decepcionados com o ocorrido e a vidinha de sempre continuou. Cerca de dois anos depois a velha estava na cozinha fazendo um bolo quando viu o marido sair correndo detrás do galpão, trombar com a vaca, arrastar a roupa do varal... Então ela nem pensou duas vezes! Correu pro quarto, tirou a roupa e abriu as pernas. Então o velho entrou na casa desesperado, subiu as escadas, viu a esposa na cama em posição de combate e falou: — Pelo amor de Deus, Judite! A casa pegando fogo e você querendo trepar?
VOCÊ SABIA Q ...
TAL COMO AS IMPRESSÕES DIGITAIS,
A SUPERFÍCIE DA LÍNGUA É DIFERENTE
DE PESSOA PARA PESSOA.
ALIÁS,LÍNGUA É O MÚSCULO MAIS POTENTE
DO CORPO HUMANO?
VOCÊ SABIA Q...
O CORAÇÃO DA GIRAFA É 43 VEZES
MAIOR QUE O DO SER HUMANO?
VOCÊ SABI Q....
CONTRA AS RUGAS, AS ROMANAS USAVAM
UMA MISTURA DE ÓLEO DE LINHAÇA
COM BANHA DE PATA DE BOI?
VOCÊ SABIA Q....
QUARTO TEM ESSE NOME PQ NA
ANTIGA ROMA O LUGAR DA CASA ONDE
AS PESSOAS DORMIAM OCUPAVA 1/4
DO ESPAÇO TOTAL DO LOCAL?
VOCÊ SABIA Q...
OS AANTIGOS EGÍPCIOS COSTUMAVAM RASPAR
AS SOMBRACELHAS EM SINAL DE LUTO...
QUANDO SEUS GATOS MORRIAM?
VOCÊ SABIA Q ...
O OLHO HUMANO É CAPAZ DE DISTINGUIR
10 MILHÕES DE TONALIDADES DIFERERNTES?
MAS.......... MUDANDO DE ASSUNTO.....
VOCÊ SABIA Q.....
O OTIMISMO É UM PRIVILÉGIO DE TODO O DIA ...
É ISSO AI ...TENHAM UM EXCELENTE DIA.
O sujeito estava no fundo do bar, triste e arrasado, com seu copo de bebida, quando entra um cara revoltado, quebrando tudo, gritando com todo mundo. O cara chega até a sua mesa, arranca o copo de sua mão, bebe a metade e ainda joga o resto na sua cara:
- Fala alguma coisa, cachorro! Fala logo antes que eu te arrebente!
O sujeito responde, triste:
- Hoje é meu dia de azar, mesmo. Logo de manhã eu perdi a hora porque acabou a energia e tive que descer 20 andares de escada. Eu fui sair da garagem, o pneu estava furado. Perdi meia hora pra trocar o pneu, saí com muita pressa e acabei batendo o carro. Cheguei muito atrasado no trabalho, discuti com meu chefe e fui mandado embora. Por causa disso, cheguei bem mais cedo em casa e peguei minha mulher na cama com o amante. Aí eu já perdi logo a paciência, fui bater no cara e acabei apanhando feio, fiquei coberto de sangue. Fui tomar um banho e levei um p#@* choque. E pra acabar de vez com o meu dia, eu tô aqui, na minha, me preparando pra me suicidar, me chega um idiota feito você e ainda toma todo o meu copo de veneno! Assim não dá!! ...